Como boa parte do território brasileiro está apresenta clima tropical, o tempo é quente durante quase todo o ano. Assim, é comum que as pessoas disponham de maneiras de se refrescar quando os termômetros atingem altas temperaturas, como as piscinas.

Como tal estrutura costuma reunir muitas pessoas, é normal que os proprietários de imóveis invistam na montagem de um ambiente para socialização ao seu redor, com alguns móveis e, em determinados casos, uma pequena cozinha ou churrasqueira.

Por conta da alta umidade e da água que circula pelo local, a melhor opção para revestir o chão destes espaços é o deck para piscina, uma madeira que recebe um tratamento especial para resistir a estes fatores.

Por mais que muitas pessoas pensem que todos os decks são iguais, é muito importante que sua instalação seja devidamente organizada e planejada, levando em conta a preferência dos proprietários e as características do espaço. Confira, a seguir, algumas das etapas a serem seguidas:

  1. Definição do orçamento

Quando se trata de reformas, a primeira etapa deve sempre ser a definição do valor que pode ser gasto. Afinal, independentemente da intervenção a ser realizada, há várias opções de materiais e de mão-de-obra para escolher, e cada qual tem o seu custo.

No caso do deck para piscina aberta, não é diferente: o primeiro passo deve ser a definição do orçamento a ser seguido. A partir daí, são tomadas todas as demais decisões relacionadas.

  1. Definição da área

Com o orçamento definido, chega o momento de decidir qual será a proporção da área que será revestida com a madeira para deck.

É muito importante que a medição seja feita de maneira exata: do contrário, pode ser que haja a compra de materiais em excesso ou em quantidade insuficiente para cobri-lo. Assim, é altamente recomendável contar com a ajuda de um profissional nesta etapa.

  1. Escolha do material

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, a clássica opção da madeira escura para deck não é a única escolha disponível para revestir uma área externa de piscina.

Seu alto custo, bem como o desenvolvimento de outras tecnologias, deu origem a alternativas mais em conta ou com propriedades diferenciadas, tais como:

  • Deck cerâmico;

  • Deck de PVC;

  • Deck elevado;

  • Deck de madeira clara.

Dependendo do orçamento, algumas opções são mais ou menos indicadas para o revestimento do espaço. O deck modular, por exemplo, é um dos modelos mais em conta do mercado: como o próprio nome diz, ele é vendido em módulos, que podem ser encaixados e combinados das mais diversas maneiras, originando designs personalizados.

Outra alternativa interessante para quem quer cortar custos é o modelo em PVC, que tem um custo sensivelmente mais baixo quando comparado ao da madeira.

Além disso, é essencial analisar todas as cores de madeira para deck disponíveis no mercado. Como foi dito anteriormente, apesar de o escuro ser o modelo mais comum, pode-se optar por modelos mais claros ou mesmo em tons intermediários.

Novamente, indica-se a ajuda de um profissional da área da decoração que ajude a definir qual é o que melhor se encaixa no ambiente em questão.

  1. Escolha do fornecedor

Outra etapa essencial para que a instalação do deck seja bem sucedida e para que o material seja durável é a escolha de um fornecedor de qualidade.

Do contrário, é possível que a madeira entregue para a realização do projeto seja ruim, ou mesmo não tenha sido tratada adequadamente para o ambiente onde será instalada. Em ambos os casos, haverá um sério comprometimento da estrutura.

Deste modo, é essencial pesquisar a respeito dos fornecedores de sua localidade, bem como conversar com quem já adquiriu decks com eles.

Caso o projeto esteja sendo realizado com a ajuda de um profissional, ele poderá indicar estabelecimentos confiáveis para a compra da madeira para o deck.

  1. Instalação

Com o projeto devidamente concluído e a madeira para construir o deck adquirida, chega a última etapa do processo: instalá-la.

Vale ressaltar que ela também deve ser feita com cuidado, tendo em vista que um material de qualidade, mas mal instalado, também tende a gerar problemas.

Novamente, a solução é pesquisar a respeito da qualidade dos serviços de instalação oferecidos pelos profissionais da localidade.

Caso haja um profissional supervisionando a intervenção, ele também poderá indicar pessoas de confiança para o procedimento.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>