Resistentes e com vida útil longa, os metais são a opção de escolha quando há a necessidade de se contar com um material resistente. Eles, porém, podem ser usados sob as mais diversas formas, o que, por sua vez, exige a realização de uma pesquisa para saber qual é a melhor.

Entre todos os modos de se usar os metais, um dos mais populares é a sua aplicação sob o formato de chapas. Aprenda mais a respeito de como elas são fabricadas e como podem ser usadas no post a seguir.

Como as chapas são fabricadas?

Todos os modelos desse item, desde uma sofisticada chapa de inox até uma simples chapa de ferro, têm que ser fabricados com cuidado.

O motivo por trás disso é que, se houver erros na escolha do método ou em sua realização, isso prejudicará a qualidade do produto final, o que poderá comprometer a sua utilização.

A boa notícia é que existem várias formas de se fabricar objetos de metal na indústria. São essas:

  • Fundição;

  • Extrusão;

  • Usinagem;

  • Laminação.

No caso das chapas, esse último é o que é mais usado.

O primeiro passo é a fundição do metal, para que, posteriormente, se resfrie sob a forma de chapas.

Em seguida, após sua solidificação, ele é comprimido, de modo que sua espessura se reduza. No caso da chapa expandida, isso é feito em um grau ainda maior, para que ela seja ainda mais fina.

Vale ressaltar que, no caso de alguns tipos de chapas, é preciso contar com processos complementares. É o caso, por exemplo, da chapa de aço perfurada, usada em locais como churrasqueiras.

Como esse modelo passa por um procedimento complementar, no qual são criados os orifícios que lhe são característicos, tem tanto sua fabricação quanto a sua utilização mais especificada.

Apesar de seu processo de fabricação ser diferente dos demais tipos de metal, muitos podem pensar que seu valor seja mais elevado.

No entanto, a chapa perfurada preço costuma ser bem acessível ao público.

Do mesmo modo, é fundamental que o estabelecimento conte com metais de alta qualidade antes que o processo de fabricação aconteça. Do contrário, as chances de que o resultado final deixe a desejar são altas.

Onde as chapas podem ser usadas?

O principal fator por trás da popularidade das chapas é a sua versatilidade: elas podem ser usadas em diversos segmentos econômicos, atendendo a várias finalidade, basta escolher o tipo certo para ser usado em cada contexto.

Confira, a seguir, alguns dos segmentos econômicos nos quais ela pode ser utilizada:

  1. Construção civil

A construção civil é, sem sombra de dúvidas, um dos segmentos que mais usa as chapas na rotina de trabalho.

Como esse é um setor no qual a exatidão é fundamental, o corte de chapa costuma ser muito usado pelos profissionais da área, para que o item assuma as exatas dimensões necessárias para a sua utilização.

Uma vez que isso é feito, suas aplicações são diversas. Elas podem ser usadas, por exemplo, como materiais de acabamento, revestindo passarelas, escadarias e até mesmo paredes.

Além disso, elas podem ser dobradas e soldadas, o que, por sua vez, dá origem aos tubos que podem tanto fazer parte da estrutura da edificação quanto transportar fluidos uma vez que a edificação esteja concluída.

  1. Decoração

Nos últimos anos, o mercado de decoração foi marcado pelo surgimento de mais uma tendência: a decoração industrial.

Como o seu próprio nome dá a entender, a ideia por trás dela é usar certos elementos para criar um ar de indústria dentro de um imóvel, seja ele residencial ou comercial.

Uma das maneiras de se fazer isso é usando chapas na decoração. Por meio de processos de manipulação, como o corte laser e a dobra, elas podem se converter tanto em materiais de acabamento quanto em adornos para o ambiente.

Assim, as possibilidades oferecidas por eles são praticamente infinitas.

Além disso, o uso de chapas é imprescindível em imóveis com churrasqueiras. No caso deles, a chapa de aço perfurada é a opção de escolha.

  1. Indústria

Por último, é preciso ressaltar que as chapas são muito usadas no ramo industrial.

Nesse caso, sua aplicação é a produção de diversas máquinas, como automóveis e até mesmo aviões. Mais uma vez, elas podem ter seu aspecto alterado por meio de processos como a dobra e o corte, o que, por sua vez, maximiza suas possibilidades de uso.

Contudo, nesse caso, é preciso ter em mente que a matéria-prima usada nesses processos deve ser de primeira. Isso pois, no caso de equipamentos especialmente delicados, uma chapa de má qualidade pode comprometer a segurança de sua operação.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>