Para quem está construindo ou reformando, sabe que a escolha do revestimento certo para o piso é uma das decisões mais importantes, afinal pode realçar ou derrubar o espaço.

As opções em madeira são as mais queridas e procuradas, pois são feitas de material simples, bastante nobre e trazem algumas vantagens como

  • Versatilidade;

  • Pode dar um ar mais rústico ou sofisticado

  • Combinam com qualquer decoração

  • Trazem aconchego para o ambiente

Em geral, a madeira pode estar presente em propostas de interiores desde o piso aos móveis, paredes e tetos.

Como escolher?

No geral, a tarefa de escolher o piso de madeira parece simples, porém existem dezenas de opções disponíveis no mercado e às vezes essa missão pode se tornar um pouco mais complicada do que se imagina.

Na hora da escolha, é necessário levar em conta o material, resistência, manutenção e durabilidade. Tudo isso precisa ser mais importante do que a estética em si, porque praticidade é algo que todos buscam em relação a qualquer coisa, inclusive o piso. É importante ter o carpete de madeira colocado por um profissional.

Para escolher o melhor tipo e o tamanho é analisar se o produto ficará em todos os ambientes ou em apenas alguns espaços.

Preste atenção quanto à questão da circulação de pessoas e se a área que vai receber o piso tem contato diário com água. A aplicação de sinteco é uma boa alternativa para deixá-lo bonito.

Quais são os tipos?

Pisos de madeira são comuns em muitos lares brasileiros, principalmente em casas e apartamentos antigos, servido para pisos interiores, para deck, entre outras coisas. Em primeiro lugar está o piso de parquet de madeira.

Tratam-se de pequenas peças agrupadas formando desenhos geométricos. Sim, é um revestimento muito bonito, mas que dá bastante trabalho para ser instalado, podendo levar mais tempo do que o desejável.

Outro piso que segue um padrão semelhante de instalação é o piso de taco de madeira. Ele também é um revestimento versátil, que cai bem com vários tipos de ambientes e suas decorações.

Esses dois tipos de piso de madeira têm qualidade duradoura – quando bem colocados sobre o chão, claro. Durante a instalação recomenda-se o uso da Bona, que é um produto específico para tacos.

A aplicação de bona em tacos utilizada para devolver o brilho do piso, afinal esse tipo de assoalho traz muito mais frescor aos ambientes, garantindo aos espaços uma fidelidade bem nacional, mas que dispensa clichês.

Muita gente tem preconceito contra eles, porque associam sua imagem aos ambientes de residências antigas, com pouca ou nenhuma manutenção.

Só que, na verdade, eles podem ser lixados e envernizados várias vezes, adquirindo uma aparência renovada, quase como se fossem novos.

Além disso, ainda temos o assoalho de madeira que se trata de um piso de matéria-prima pura, extraída da natureza, e que não sofreu mudanças em sua estrutura, com exceção de seu formato.

É mais caro, porém tem um lindo efeito rústico, além de ser mais espesso e durável. Só que, em contrapartida, risca mais facilmente e pode gerar ruídos desagradáveis.

Numa pegada mais sustentável, a pessoa pode optar pelo piso de madeira de demolição. Ele também é feito de madeira nobre e com alta durabilidade. Porém, é proveniente de uma demolição e, por isso, o nome.

Suas peças são retiradas do local, limpas, recuperadas e reutilizadas, sem perder qualidade. E quaisquer marcas de pregos e desgastes são até valorizados.

Além disso, há o piso laminado e do carpete de madeira. O piso laminado é bonito, barato, fácil de instalar e de limpar. E um dos preferidos entre os consumidores.

Geralmente, é composto de lâminas finas, regulares e brilhantes, assentadas sobre uma manta termo acústica de polietileno e muito resistente.

Já o piso carpete de madeira é parecido com o laminado, mas tem suas particularidades. A diferença é que ele pode ser colado diretamente no contrapiso.

Entretanto, é mais fino, apenas com três camadas, e pode reverberar um ruído oco quando alguém caminha sobre ele. Talvez por isso sua qualidade e resistência sejam consideradas inferiores.

Apesar da variedade, qualquer tipo de piso de madeira requer um cuidado especial na hora da limpeza. Não se pode varrer, lavar ou passar produtos químicos sobre um chão como esse do mesmo jeito que se faz em revestimentos cerâmicos ou o porcelanato, por exemplo.

A água, os alvejantes e até o álcool podem causar danos permanentes às peças. Por isso, é melhor o uso de panos levemente umedecidos com agentes sem amônia. Em ambientes exteriores, uma madeira plástica para deck pode ser a melhor opção para que a água não o prejudique tanto.

Outra coisa que pode prejudicar a qualidade da madeira é o sol. A incidência direta de raios sobre o piso tende a criar zonas com rachaduras e até descolorações. Todavia, o ideal é usar produtos específicos para esse tipo de assoalho.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>