O concreto é um material amplamente usado na construção civil por ter como vantagem ser um material de baixo custo e alta qualidade que garante segurança na estrutura da obra.

Existem diversos tipos de concretos que atendem variadas demandas, e um dos mais utilizados é o concreto usinado, também conhecido como concreto dosado em central (CDC).

Concreto usinado e suas utilizações

O concreto usinado é misturado a outros materiais, como areia e brita, que mudam sua consistência de acordo com a necessidade da obra, e é fabricado em uma usina de concreto que monitora o processo para garantir a qualidade do produto, o que faz com que seja um material de maior qualidade do que àquele feito em obra, porém mais caro.

A entrega é feita por meio de caminhões betoneira lacrados e deve ser checado antes do uso se a resistência e volume do mesmo é correspondente ao que foi solicitado, pois são entregues diariamente múltiplos caminhões em diferentes obras e a não checagem do produto pode acarretar em problemas futuros na construção.

Obras com pouco espaço para estocagem de material se beneficiam grandemente do concreto usinado fabricado e entregue por uma concretaria, mas é preciso estar atento às necessidades da obra, pois este método não possibilita o trabalho com pequenas quantidades de concreto.

Se a prioridade for economizar, os pré moldados de concreto são uma boa opção. Método pouco conhecido de construção no Brasil, esse material vem ganhando destaque por sua facilidade de uso e redução dos custos de obra.

Da mesma forma que o CDC é fabricado em concretaria, os moldes também são feitos com antecedência, fora do canteiro de obra, e podem ser feitos de acordo com um projeto específico ou encomendados a partir de modelos pré-existentes disponibilizados pela indústria contratada.

Os custos de um projeto feito a partir de pré moldados é reduzido graças a eliminação de serviços que o método proporciona.

Por ser justamente a parte de estrutura da construção que já vem pronta para a obra, torna-se um processo desnecessário a fabricação de concreto no local, projetar forma e fazer o alicerce.

Isso reduz o número de pessoas necessárias para o trabalho, gastos com material e a quantidade de desperdício e entulho, o que por sua vez agride menos o meio ambiente.

Por limitar a possibilidade de alterações arquitetônicas, os pré moldados podem não ser a melhor opção para todos os projetos.

Nesse caso, existem os mais popularmente conhecidos blocos de concreto utilizados para alvenaria de estruturação, em que os blocos são usados para fazer a sustentação do peso da estrutura da casa ou edifício, e para alvenaria de vedação, que suporta apenas o próprio peso, não outras cargas verticais. Para cada uma dessas funções existem diferenças na composição dos blocos a serem utilizados.

O bloco de concreto é uma boa escolha por ser resistente e barato, permite dois tipos de acabamento em suas paredes, o acabamento rústico, em que é feito um revestimento de reboco para receber azulejos, por exemplo, e o acabamento aparente, que não exige aplicação de argamassa antes da pintura.

Os blocos possuem diferentes formatos e resistências, para servir as mais diversas funções. Aqui são listados os tipos:

  • Bloco de concreto de vedação;
  • Bloco de concreto estrutural;
  • Canaleta de concreto;
  • Meio bloco de concreto e blocos compensadores;
  • Blocos de concreto chanfrados;
  • Blocos de concreto de amarração;
  • Blocos de concreto elétricos e hidráulicos;
  • Blocos de concreto celular autoclavado;

Equipamentos necessários

Alterações na forma e tamanho do concreto podem ser necessárias e para isso existem ferramentas fundamentais que auxiliam o processo, uma delas é o disco de corte para concreto, equipamento que possui uma banda circular com uma liga metálica de diamante industrial em sua extremidade, o que garante maior resistência na hora de cortar o concreto.

Essa qualidade é o que caracteriza os discos como sendo de uso exclusivo para concreto, e seu uso deve ser sempre feito com água para refrigerar a máquina que superaquece em contato com a rigidez do material.

O disco de corte pode ser usado com três diferentes bandas diamantadas: a banda contínua, segmentada e turbo. A diferença entre elas está na qualidade do acabamento final do corte. Outra ferramenta muito utilizada é a serra copo.

Esse equipamento se assemelha a uma broca, porém maior e com formato cilíndrico, e tem ainda a função de perfurar superfícies de grande resistência, por isso existe uma serra copo para concreto, que é específica para uso neste material. Também é uma ferramenta que exige o uso de água para evitar o superaquecimento.

Por fim, é importante ressaltar que o manuseio dessas ferramentas exige o uso de material de segurança adequado, como:

  • Óculos de proteção;
  • Máscara;
  • Luvas;
  • Protetor auditivo.

Esses acessórios previnem complicações na saúde dos trabalhadores e aumentam a eficácia da construção.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>